26/11/15

O TESTEMUNHO DA SOLANGE!!!

Podem acreditar que o que mais prazer me dá em escrever o blog é quando alguém me diz que foi com a minha ajuda que conseguiu melhorar a sua vida. Quando isso é representado por perda de peso ou melhoria de aspecto fisico eu já fico feliz, mas quando resulta numa melhoria considerável de um qualquer problema de saúde, então aí fico genuinamente radiante!
Hoje apresento-vos a Solange. Troquei alguns mails com ela, tentei indicar-lhe alguns dos posts que achei que mais podiam ajudar e tentei ao máximo ajudá-la com as dúvidas que foi tendo. Quando ela me contou os resultados que teve quase que a obriguei a escrever um testemunho, hehehehe!!!
Beijinho Solange, o mérito é todo teu ;)

Boa noite a todos, o meu nome é Solange e cá vai um testemunho de uma pirralha de 20 anos que nunca teve a manias das dietas (apesar de bem ter precisado de uma "intervençãozinha" há uns anos atrás).
No dia 29 de Março aventurei-me pelo "mundo paleolítico" ao contar ao Jorge do Sem Aditivos a minha batalha contra a lama biliar (um estado inicial de pedra na vesícula). Esta jornada já vinha desde Junho de 2014 e infelizmente não tive muita sorte junto da medicina convencional. Comecei o mês de Agosto com o diagnóstico errado, gastrite nervosa e em Dezembro fiz uma endoscopia (que nem ao meu pior inimigo desejo) inconclusiva. 
As dores abdominais, a sensação de estômago sempre cheio e o refluxo constante que obrigava a dormir sentada foram piorando e em Janeiro procurei a médica de família, que me passou uma ecografia abdominal que veio confirmar as suspeitas... tinha lama na vesícula!

O conselho da médica foi o típico para problemas na vesícula, uma “dieta branca” isenta de gorduras. Portanto, durante três looongos e tortuosos meses a minha vida foi alimentada a arroz branco só com água e sal, batata e maçã cozida, pescada e peito de frango cozidos ou grelhado e pão integral torrado com fiambre. Recorria a mel e goiabada para aumentar os níveis de açúcar no sangue e não desfalecer e ao soro que comprava na farmácia para os dias em que nem sequer conseguia comer. Mal atingia as 400 calorias diárias! 
Aqui é que o caldo entornou! Mesmo com medicação forte fui piorando, chegando ao ponto de já se falar em cirurgia... bem dita Paleo!!!
Neste período perdi cerca de 20kg (o que até podia ser bom, mas não foi, acreditem) porque o meu estômago acabava por não aceitar comida nenhuma. Tive inclusive como consequência tardia desta “dieta” negligente uma queda de cabelo drástica, felizmente atenuada pela cabeleira farta que sempre tive e que me ia tapando as peladas! Foi um período longo e sofrido, até encontrar ajuda online num grupo do Facebook em que postei as condições em que me encontrava na altura. 

Devo aos meus "anjos online" o meu estilo de vida atual, à Dra. Helena, ao grupo do Facebook a que me juntei e um dos membros desse grupo em especial, a Isabel, paciente da Dra. e ainda mais paciente comigo! Estava a dias de ir parar ao hospital (já nem água conseguia beber), quando me indicaram o site do Sem Aditivos para me iniciar na dieta Paleo e eu lá fui chatear o Jorge com a minha Sad Little Story! 
Apesar de ter perdido bastante peso, não foi uma luta fácil nem justa! Tenho vergonha de dizer que comecei esta saga com uns simpáticos 95kg (atenção que eu meço 1.54m) e comecei a Paleo com 68kg. Foi um processo com muitas lágrimas e dor e acreditem que nunca me senti tão perdida na vida quanto no princípio desta dieta, coisas que agora me são tão simples e rotineiras pareciam totalmente anti-natura na altura! Tive não só de me reeducar a nível alimentar, como re-introduzir TODOS os alimentos, porque eu simplesmente tinha chegado a um ponto em que já não conseguia comer NADA! Para além disso o que comia era o oposto da Paleo (malditos cereais)! 

"Mas afinal o azeite não faz mal?!" Admito que a princípio pensei que fosse tudo doido, comer gorduras? Mas como já nem conseguia comer, pelo menos ia parar ao Hospital com algo sólido no estômago! Lembro-me bem do que comi pela primeira vez, salmão grelhado e couve-flor cozida, regada com uma colher de chá de azeite. E sabem que mais? Chorei. Chorei porque o meu estômago sossegou e só tive fome horas depois, algo que não acontecia há MESES! A partir do momento que eliminei os cereais da minha alimentação não tive mais problemas de digestão e rendi-me à dieta pelo simples facto de me ter permitido algo que nenhum médico ou medicamento tinha conseguido até ao momento... comer e sentir-me bem!

Tudo o que me explicaram sobre a vesícula estava totalmente ERRADO!!! Não foram as gorduras que me puseram doente, foram os hidratos de carbono vazios, os processados, os bolinhos saborosos da pastelaria do lado! As gorduras boas, como o azeite extra virgem, ou a natural dos alimentos em doses controladas é que me foram curando! 
Esqueçam esse MITO. Foi evitando os hidratos de carbono que fiquei bem e como bónus continuei a perder peso de forma mais controlada e saudável. Não tenho vergonha nenhuma de dizer que de vez em quando me delicio ao pequeno-almoço com uns belos torresmos :)

O Jorge foi uma grande ajuda, mas pôs-me os miolos a fritar em azeite extra virgem:D 
Não só me deu a conhecer a Paleo como também me ajudou a adaptar a dieta ao meu problema especifico. Faço o protocolo auto-imune adaptado (não vivo sem ovos, chocolate negro e iogurte, nem pensar). Fiz uma transição gradual, na qual comecei por eliminar cereais e ir aumentando as gorduras boas, orientando-me para um padrão paleo/ low-carb.
No período de adaptação comecei a comer melhor, em maior quantidade e com mais variedade. Para além de dar prioridade às gorduras também foi importante aumentar o consumo de vegetais e frutas variados por causa das vitaminas que tinha em falta. 
Mas não se preocupem, não me faltam os docinhos (até porque sempre fui gulosa), só mudaram os ingredientes, feitos com o meu iogurte caseiro, chocolate 85%, farinha de amêndoa ou de côco e uma boa pitada de imaginação!

Eu achava que a vesícula me controlava a vida, mas afinal eu é que tinha de controlar a minha alimentação. Em 4 meses consegui reverter a situação e expelir toda a lama do meu corpo sem médicos ou medicação, só com alimentação cuidada e "anjinhos" para me orientar e apoiar. Vou ter de ter sempre cuidados e os problemas de saúde ainda não terminaram mas "para a frente é que é caminho" e já não tenho desculpas, até porque carrego menos 40kg em cima!
Só tenho que agradecer mais uma vez a todos os que me apoiaram, dar força a quem estiver a precisar dela e servir de inspiração a quem quiser entrar nesta família unida. Se o meu testemunho conseguir ajudar nem que seja uma pessoa, fará que eu sinta que todas as dores e pontapés que a vesícula me deu valeram a pena! Quanto a mim, só posso dizer que não olho mais para trás ;)

12 comentários:

Selva Urbana disse...

ola!
Adorei este testemunho.... também tenho problemas de vesicula, e outros. Tambem tenho inicios deproblema de tiroide (hipotiroide sub-clinica) e também me sinto "inchada" com os cereais, etc. Também tenho tentado seguir (ainda nao completamente à risca mas para lá caminho!) a alimentaçao paleo. Também tenho inumeras alergias (rinite que logo fica sinusute) que me levam a estar quase constantemente a tomar ant-histaminicos.
Ja retirei o leite da aliemntação. Iogurtes idem (esta semana estou a comer 1 por dia e nao sei se ja sinto "efeito" na rinite... a piorar!), mas como de vez em quando, manteiga dos açores (ou comia na torrada de pão matinal - erro, eu sei..).
Mas gostava de ter uma orientacao (consulta) para poder gerir todos estes componentes. E ter sugest~ões/plano alimentar.
Será que a Solange me pode deixar os contactos de quem consultou, concretamente o grupo do facebook, a Dra Helena, etc?
Procurava alguam ajuda profissional, seja da medicina convencional (quem sabe medicos mais esclarecidos?) ou nao...
Jorge, obrigada pelo blog, que vou seguindo e me deu a conhecer a dieta! mas confesso q tenho q voltar a reler tudo e tomar NOTAS, pois acho realmente que tenho q levar isto mesmo à séria.. só acho q preciso de uma orientação inicial, dadas as minhas condições medicas, que ate desconfio possam ser devido à alimentação!
O meu contacto:
Claudialeandra@gmail.com

Ana Paula A Marques disse...

Olá, Boa Tarde
Fico feliz pela sua cura e perda de peso, parece que acontece isso praticamente a toda a gente que faz Paleo, mas infelizmente a mim não.
Tenho obesidade mórbida e comecei a Paleo com 105 Kg.Larguei tudo qto era pão e amiláceos e açúcar, e, só por isso devia perder uns bons Kilos.
Consegui perder 4 e não passo daí. Farto-me de comer saladas e tudo como mandam as regras , mas não consigo perder peso, apesar de agora andar desinchada. Não sei o que se passa. Podem ajudar-me?. Gostaria de continuar mas estou um bocado desanimada.
Obrigada.
Ana Colle

Sem Aditivos disse...

Boa tarde Claudia e Ana, vocês são de onde?

Selva Urbana disse...

olá! esqueci-me de dizer.. sou de Lisboa!
Obgda! :)

Ana Paula A Marques disse...

Eu sou de Odivelas.

HPPC disse...

Solange, os meus parabéns pelo ganho de saúde, revejo-me nas suas palavras mas no que se refere a um problema diferente (SII) que tive toda a vida e médico nenhum soube resolver. Permita-me sugerir a importância de dar a conhecer ao seu médico esse processo de cura, porque é bom que os nossos médicos comecem a conhecer (passo o pleonasmo) casos clínicos reais de melhoria de saúde com comida de verdade e sem medicamentos, para que reflictam e comecem a atualizar-se mais. Esse seu testemunho junto do seu médico, seria o passo mais importante para além da melhoria da sua saúde. Desejo-lhe as maiores felicidades! E para além da saúde, está muito elegante e bonita ;)

Sem Aditivos disse...

Ana e Claudia, se estiverem interessadas eu vou dar um workshop no Sábado que vem em Lisboa!
http://www.semaditivos.com/2015/11/e-vamo-la-fazer-um-workshop-desta-vez.html

Inês Guarda disse...

Bom dia,

Nao me pagam para fazer publicidade a ninguem, mas aconselho vivamente o Dr. Andre Matias. Eu tinha problemas de colesterol e trigliceridos com o internista a querer medicar-me "para a vida" e o meu colesterol esta optimo, as analises estao fantasticas e perdi peso (embora nao tivesse a mais). Uma causa possivel para quem nao perde peso com paleo e o consumo exagerado de gordura ou lacticinios. A gordura para quem faz low carb deve rondar os 65%, e a proteina os 20%. O resto sao hidratos de fruta e vegetais, mas quem precisa perder peso nao deve comer fruta e vegetais so os de folha verde. Raizes e turberculos saem. Lacticinios saem. Frutos secos em quantidades controladas. Proteina a volta das 20g por refeicao (100g de peixe ou carne, 3 ovos), gordura a vontade mas dentro dos 65%, se chegar aos 80% e demais. Basta temperar como habitualmente mas sem ter medo da gordura. Nao e preciso contar colheres, e uma questao de ir experimentando. Quanto mais gordura a uma refeicao, menos fome se tem e durante mais tempo. Essa e outra coisa importante: comer apenas quando se tem fome. Espero ter ajudado. Nao sou nutricionista mas leio bastante acerca de nutricao e ja faco paleo ha 2 anos e meio e mudou a minha vida. Alem do colesterol estava sempre constipada e tinha dores gravissimas nos dois joelhos em que subir escadas doia. Hoje ponho-me de cocoras. Forca para as duas! :) Ines

Selva Urbana disse...

Obrigada Ines Guarda, obrigada Sem Aditivos, vou dar uma olhadela a ambas as soluções apresentadas!!
Beijinhos

Sem Aditivos disse...

Só tenho coisas boas a dizer do André Matias, muito boa referência ;)

Kelly disse...

E para quem mora na Madeira? Onde procurar ajuda?😩

far1a disse...

Boas! Inacreditável como a maior parte das pessoas está completamente enganada sobre nutrição... Parabéns a quem teve uma mente aberta e lutadora como os autores do blog e a Solange! Eu também já sigo paleo como guia há uns bons 4 anos e jamais conseguiria voltar atrás.

É preciso força mas nem tanta assim, afinal podem-se comer tantas coisas deliciosas! E melhor, até saciar!

Lembrem-se também de considerar um jejum intermitentemente pois à semelhança do que se comia no tempo das pedras também se comia com intervalos longos pelo meio! Essa história de comer de 3 em 3 horas é mentira...

Cumprimentos e continuação do bom trabalho!

PUBLICIDADE EXTERNA

Os anúncios em baixo são de publicidade externa e da inteira responsabilidade da Google AdSense, sem qualquer patrocínio do Sem Aditivos.